quinta-feira, 27 de junho de 2013

Nasceu!



Quando entrei na faculdade convivi muito com os veteranos. Eu era a guria de 17 anos que estava recém iniciando a jornada na vida acadêmica. Vários colegas, ou melhor, amigos, já estavam na metade do curso e me chamavam carinhosamente de "bixete". Talvez por isso que eles tenham sido as minhas primeiras fontes de inspiração e até "mentores". Lembro como se fosse ontem o primeiro contato que tive com o Unicom: o lançamento do Unicom Hábitos. Meus olhos brilhavam conforme acompanhava as páginas do jornal. Pensei na responsabilidade que era produzir esse jornal e se algum dia eu conseguiria fazer tão bem quanto eles tinham feito. Continuei de olho nas edições do Unicom e percebi que a responsabilidade de fazer bonito e bem feito só aumentava. E, nesse semestre, finalmente chegou a minha vez.

Como editora, tive a oportunidade de acompanhar de perto todas as fases do processo. A turma cresceu ao longo do semestre (só em experiência, já que em número a quantidade era reduzida) e foi se superando a cada dia. Os desafios foram superados e a nossa edição tomou forma e cor. Estou terminando o 7º semestre da faculdade e grande parte dos meus queridos veteranos já se formou. Porém, consegui colocar em prática no Unicom as dicas que eles e os professores das disciplinas foram me passando desde que comecei o curso. Com a edição sobre o Brasil lançada, acredito que meus olhos estejam brilhando tanto quanto estavam quando vi o lançamento da edição Hábitos, mas com um grande diferencial: desta vez, eu fiz parte da produção do jornal. Agradeço a todos que colaboraram para que ele "nascesse". Obrigada, Karine Vieira, por nos cobrar nada menos do que o nosso melhor. E, claro, obrigada turma e todos os colaboradores. Os exemplares estão disponíveis na coordenação do Curso de Comunicação Social. Boa leitura a todos!

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Tem música no Unicom

E você? Conhece a Ana Paula? A menina do clipe que se tornou sucesso em Santa Cruz do Sul. A segunda edição do Unicom já está no forno. Para quem gosta de música, aí vai uma prévia do que está por vir:



O vídeo foi produzido durante a entrevista para o Jornal Unicom.
Reportagem: Laura Gomes e Lindiara Hagemann
Imagens: Valmor Emmel
Edição: Pablo Melo

sexta-feira, 7 de junho de 2013

O Jornalista Multifuncional

As atividades de um jornalista nunca se limitam a apenas uma. Desde a faculdade o jornalista aprende a se adequar para atuar em diversas áreas possíveis da comunicação e saber pelo menos o básico de diversas outras funções.

Assim como já afirmava Darwin em sua teoria da seleção natural, onde o mais forte sobrevivi, o jornalista também deve se adaptar as necessidades do mercado para não cair na desatualização. A tendência, hoje em dia é o jornalista multifuncional, ou como alguns especialistas gostam de chamar, o jornalista Macgyver. O profissional deve sabe operar uma câmera para gravar vídeo, tirar uma foto de qualidade, redigir texto para impresso, web, realizar uma entrada na rádio e se preciso para TV também. São algumas funções que o jornalista ao entrar no mercado deve estar capacitado, para não ficar para trás e ser extinto do mercado de trabalho.
Foto: Divulgação