segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Professor da Unisc integra direção da SBPJor

O professor do curso de jornalismo da Unisc Demétrio de Azeredo Soster foi eleito membro do conselho administrativo da Associação Brasileira dos Pesquisadores de Jornalismo (SBPJor) para a gestão 2009/2011. A eleição foi realizada na sexta-feira, 27, pouco antes do encerramento do 7º Encontro Nacional dos Pesquisadores em Jornalismo (7º SBPJor), na Escola de Comunicação e Arte da Universidade de São Paulo (ECA/USP). Cerca de 300 pesquisadores compareceram ao encontro. “É uma honra, como professor, pesquisador de jornalismo e jornalista, integrar o corpo diretivo-organizacional de uma entidade com a relevância da SBPJor”, salienta o professor da Unisc.


Componentes da nova diretoria

Foto oficial da nova diretoria; Soster está ao centro, de camisa laranja

A SBPJor agrega estudiosos de jornalismo e tem como propósito atuar em conjunto com todas as demais associações científicas, acadêmicas ou profissionais já existentes. É o caso da Intercom, Compós, Fórum Nacional de Professores de Jornalismo, Federação Nacional de Jornalistas, International Communication Association, International Association for Mass Communication Research, Sociedad Ibero-americana de Periodistas en Internet e ALAIC. Já o encontro anual da SBPJor consolidou-se como o principal fórum brasileiro para a discussão acadêmica do jornalismo como campo científico. Atualmente a SBPJor tem mais de 300 associados. Metade deles são doutores, vinculados a mais de cem instituições brasileiras, dos Estados Unidos, França e Portugal.

A Unisc tem estado presente nos encontros da SPBPJor, realizados sempre em um Estado diferente (o próximo será o Maranhão), desde a sua fundação por meio da apresentação de trabalhos dos professores da comunicação. Ou, ainda, pelo lançamento de livros editados pela Edunisc e dirigidos ao campo do jornalismo, como ocorre há quatro anos. Na quinta, por exemplo, Demétrio de Azeredo Soster realizou sessão de autógrafos do livro Metamorfoses jornalísticas 2: a reconfiguração da forma (Edunisc, 2009), organizado em parceria com Fernando Firmino da Silva, na SBPJor. “Com isso, projetamos nossa universidade em nível nacional e damos mais amplitude ao trabalho que realizamos”, afirma Soster.

Confira abaixo a composição da nova diretoria da SBPJor:

Presidente: Carlos Eduardo Franciscato (UFS)
Vice-Presidente: Beatriz Becker (UFRJ)
Diretora Científica: Cláudia Quadros (UTP)
Diretora Administrativa: Kenia Maia (UFRN) Diretora Editorial: Tattiana Teixeira (UFSC)
Conselho Administrativo: Demétrio Soster (UNISC) Márcia Franz Amaral (UFSM) Victor Gentilli (UFES)
Conselho Científico: Alfredo Vizeu (UFPE) Antonio Hohlfeldt (PUCRS) Christa Berger (UNISINOS) Fernando Resende (UFF) Iluska Coutinho (UFJF) José Luiz Aidar Prado (PUC-SP) Rogério Cristofoletti (UFSC)

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Sobre o CVV

Nesta edição do Unicom minha matéria é sobre um assunto muito sério. Vou mostrar o perfil de quem trabalha no Centro de Valorização da Vida, o CVV. No texto, você também poderá ler sobre como funciona a entidade, quantas pessoas frequentam o local, além de outras observações.
Se você precisar de ajuda, ou souber de alguém que precise, indique: 3717 3285. Horários: de segunda a sexta-feira, das 16h às 23h. Domingo das 16h às 20h.
Separei dois vídeos do You Tube que falam sobre o CVV. Confiram.



terça-feira, 24 de novembro de 2009

Vamos soltar a cachorrada na próxima edição do Unicom



O segundo Unicom desse semestre vai mostrar que os Cães têm muito mais a nos oferecer que podemos imaginar.
Depois de ler esta matéria você vai olhar diferente para estes bichinhos de estimação.
O próximo Unicom vai ficar "Show de Bola".

Revisão

Olá colegas!
Hoje é dia de revisar o Unicom e por isso precisamos da presença de todos vocês!
Não faltem!
Até a noite...

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

DICAS II

Olá amigos/colegas!
A segunda começa com outras dicas para a confecção de uma boa reportagem:

- Pesquise, pesquise e...pesquise: A pesquisa é, sem dúvida, o componente mais importante de uma reportagem que mereça o próprio nome. Isso vale, também, para entrevistas. Você iria para uma "conversa" com o presidente dos Estados Unidos sem o mínimo de conhecimento sobre ele? Muitos apostam na sorte, mas isso não vale para bons jornalistas, que devem antever o máximo que puderem. Sempre haverá alguém querendo te "enganar", porém, se souber do que se trata, é bem mais difícil "passar a conversa".

- Como crítica que sou, enquanto leitora, fico boquiaberta quando encontro uma reportagem sem foco. O que quero dizer com isso? Uma matéria interessante, ao contrário do que se prega no jornalismo, não precisa de dezenas de fontes. Citações entre aspas não são textos paralelos.
Ex: Porque colocar que a "boca de fumo" está naquela casinha amarela em frente à casa verde? O repórter precisa dizer isso, não a fonte - salvo em casos de extrema necessidade. E quem disse isso? Neste caso, com certeza, a informação deve seguir seu fluxo normal (?).


Era isso...
Ps: Não se faz um bom repórter dentro de uma redação. A rua é o começo (ou o final) de tudo. Sensibilidade é "carta na manga" e, como não temos modelos fixos a seguir, usemos de toda a criatividade que temos.
Saia do armário, pelo menos como profissional.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Diários de rural


Você já se imaginou, em algum momento, jogando tudo pro alto, abandonando aquele seu chefe chato que não sabe fazer outra coisa a não ser te infernizar, dando adeus para a parada do ônibus lotada em que você precisa estar pontualmente para não se atrasar, e, que muitas vezes te dá uns banhos de goteira ou até mesmo largar a rotina de novela das oito de Helena's e Zé Mayer's para viajar pelo mundo, sem lenço, sem documento, num sol de quase 300?
...Eu vou? será que vou?
Pois é. Bem que todos gostariam. Bem que eu, você, eles gostariam, mas... mas...
Muitos são os motivos que nos alienam: a família, o trabalho de 40,60,70 horas semanais, o projeto para o mestrado,as roupas penduradas no varal e também penduradas algumas contas.
Apesar de todos os apesares, existem pessoas que se encorajam e preferem viver o que de mais diferente a vida lhes possa ser. É o caso de Carlos e Inajara, um jovem casal santacruzense de vinte e poucos anos que vendeu tudo, até as panelas do armário para percorrer a patagônia, e o melhor: de rural 1960. E, que vocês irão conhecer na segunda edição do Unicom, claro!!!
Depois de conversar com eles, muitas coisas me fizeram refletir e, inclusive, sobre o que realmente importa na vida. Será que é a peleia diária por um lugar ao sol, ou uma conta recheada de rúpias no fim do mês? ou seria aquela Luis Vitton linda (mas que você só pode comprar da 25 de março, porque ela custa uns 500 tustões!)
Já dizia Nizan Guanaes, publicitário conhecido no Brasil todo (foi ele quem inventou os ursinhos da Parmalat) que quem pensa só em dinheiro não consegue sequer ser nem um grande bandido, nem um grande canalha.
Napoleão não invadiu a Europa por dinheiro. Hitler não matou 6 milhões de judeus por dinheiro. Michelangelo não passou 16 anos pintando a Capela Sistina por dinheiro. E, geralmente, os que só pensam nele não o ganham. Porque são incapazes de sonhar.
Então, bora lá sonhar. Não precisa nem cruzar o Pacífico com uma câmara de pneu.
Basta apenas valorizar o que é realmente importante.
Aliás, o que é realmente importante mesmo?

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Foto da capa

Galera, está reservado o estúdio para a produção da foto da capa. É amanhã (sexta-feira), à partir das 19hs no Laboratório de Fotografia do curso.
Abraços!!!!

terça-feira, 17 de novembro de 2009

E vem aí o Guasqueiro

Pois é moçada...todo mundo tá se puxando aí na segunda edição do Unicom desse semestre. Eu já estou com a matéria pronta. Nesse edição que está por vir, vou contar a história de Guilherme, que é Guasqueiro em Santa Cruz. Mas você sabe o que é um Guasqueiro e de onde veio isso? Então confere abaixo que o Guilherme vai explicar.


segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Todos atentos...

Como sabem, amanhã é a data limite para entrega de matérias. Todos sabem, também, que não tem conversa com editora chata hehe...Portanto, é de suma importância que, aqueles que não entregaram na aula passada, o façam nesta terça-feira. Não haverá mais prazo, pois estamos no limite de tempo.
Numa redação comum, por certo, os editores pediriam as reportagens para ontem. Precisamos exercitar a capacidade de criarmos algo legal em um curto período de tempo, pois é isso que o mercado de trabalho quer e cobra.


Dica da editora: Existem pessoas que pegam uma pauta e vão fazendo entrevistas sem rumo. Uma boa reportagem é feita a partir de pesquisa e planejamento. Muito além de contar histórias, precisamos mostrar que, em determinado assunto - embora já amplamente debatido - existe sempre algo novo e de interesse público.
Explico-me com um exemplo: Bom, digamos que você foi escalado para fazer a cobertura de uma enchente. Chuvas torrenciais sempre rendem pautas, mas a maioria se mostra pouco criativa quando elabora a matéria. Uma simples descrição/observação pode fazer a reportagem se tornar muito mais atrativa. É o seu testemunho que dará vida à matéria, caso contrário ela morre na casca, como qualquer literatura rápida e banal.

A partir de hoje, todos os dias postarei algumas dicas úteis em termos de reportagem. Professor Demétrio, me corrija se eu estiver errada.

Grande abraço, amigos

sábado, 14 de novembro de 2009

Saideira traz Marlene Marchiori a Santa Cruz

O projeto Saideira, realizado pelo Curso de Comunicação Social da Unisc, mais uma vez vai oportunizar um debate cultural com uma profissional renomada na área da comunicação. Desta vez, o convidado será Marlene Marchiori, especialista na área de mercado em comunicação (veja currículo abaixo).

O evento ocorrerá na sexta-feira, 20 de novembro, às 19h30min, no Espaço Camarim – na Livraria e Cafeteria Iluminura, Centro de Santa Cruz do Sul. Após o debate com Marchiori está prevista uma sessão de autógrafos na Iluminura.

Com o mesmo tema, à tarde, a partir das 14 horas, Marlene realizará na sala 1504 da Unisc uma oficina gratuita para os alunos das quatro habilitações do curso de Comunicação Social. As inscrições podem ser feitas no Curso de Comunicação, pelo (51) 3717.7383.

Saiba mais sobre a escritora:

Marlene Marchiori é Pós-doutora em Comunicação Organizacional pela Purdue University, dos Estados Unidos. Doutora pela Universidade de São Paulo (USP), com estudos desenvolvidos no Theory, Culture and Society Centre da Notthingham Trent University, do Reino Unido. Tem graduação em Administração e em Comunicação Social - Relações Públicas. Pesquisadora líder dos Grupos de Pesquisa do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq): “Comunicação organizacional e relações públicas: perspectivas teóricas e praticas no campo estratégico” e “Comunicação e Cultura Organizacional”. Professora-associada de graduação e de pós-graduação da Universidade Estadual de Londrina (UEL), no Paraná. Ministra cursos como professora-convidad a da ABERJE. Autora do livro “Cultura e comunicação organizacional: um olhar estratégico sobre a organização” e organizadora das obras “Faces da cultura e da comunicação organizacional” e “Comunicação e organização: em processos e práticas” (no prelo). Presta consultoria nas áreas de cultura, estratégia e comunicação organizacional.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Prazos, prazos, prazos!!!

Atenção colegas!
Quem ainda não entregou a pauta para o próximo Unicom tem até a próxima terça-feira, dia 17, para fazer isto. Se, por acaso, conseguirem finalizar os textos antes, podem enviar para mim ou pra Manu. Ok?!
Se liguem nas datas
!!!
Pautas entregues depois de terça não vão entrar no jornal.

Versão pdf

Pessoal, alguém consegue disponibilizar o pdf do Unicom Retrô??
E só pra registrar o que já foi conferido por todos - a edição ficou LINDA!
Parabéns a todos! Abraços

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Falta

Oi pessoal querido!
Não fui às duas últimas aulas por estar viajando ao Rio de Janeiro. Porém, como já sei que sigo na minha função habitual, estou novamente "pegando junto" na próxima edição do nosso jornal. Sei que a equipe é muito boa, o que me dá grande tranquilidade. Entretanto, gostaria que dizer que sempre estou atenta, da mesma forma que trabalhei na última edição, com seriedade e profissionalismo, tal como todos que se doaram à causa "Unicom". Sendo assim, já com saudades de todos, deixo o recado: Quero MATÉRIAS ÓTIMAS na próxima aula - e sem atraso, ok?
Minha pauta é: Alguém desafia este homem? O cara com o maior apetite que eu já vi! Muitoooo legal...Acho que os leitores vão gostar.
Ahh...Dê, que saudades de tuuuuuuuuu....

bjoss a todos e ótimo restinho de semana

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Lá vem mais um Unicom!

Olá pessoas!
Na aula de hoje definimos os cargos para a próxima edição do Unicom e os prazos. Segue abaixo.
Cronograma
10/11 - Entrega das matérias
24/11 - Conclusão da edição (gráfica e editorial)
01/12 - Revisão final e encaminhamento à grafica

Distribuição organizacional
Edição: Emanuele Dal-Ri
Subedição: Luana
Edição de fotografia: Maria Clara
Design gráfico: Henrique
Produção: Tati e Nairo
Diagramação: Larissa

Já temos disponível:
Textos de opinião: Manu, Aline e Rozana
Matérias: Heloiza, Tiago e Pedro

Ps: O Unicom terá no mááááximo 20 páginas!

Convite do profe