Pular para o conteúdo principal

Destaques

Lançamento do Unicom Conflitos reúne profissionais para debate com alunos

A nova edição do Jornal Unicom, produzida em cima do tema “Conflitos que transformam”, teve o lançamento oficial na noite dessa segunda-feira, 27, em um evento onde o assunto central da publicação foi debatido. Mediado pelo professor Demétrio de Azeredo Sóster, o debate iniciou após as 19h30, no auditório do Memorial da Unisc, e teve como convidados à mesa o jornalista Rodrigo Lopes, a psicóloga e socióloga Gabriela Maia e o sociólogo e professor Luiz Augusto Campis.
No primeiro momento, os três convidados tiveram a oportunidade de falar sobre conflitos que transformam – para o bem ou para o mal – a partir das perspectivas profissionais e pessoais de cada um. Quem deu início a essa fase foi Gabriela, que tratou majoritariamente sobre questões de gênero e a violência acerca disso. Dando sequência, com uma perspectiva mais sociológica, Campis falou sobre a Teoria do Conflito Social, de Karl Marx, relacionando-a com a realidade. Para finalizar, Lopes fez uma breve apresentação sobre a …

Sarau da Prenda Jovem da APAE

Não sei se todos sabem, mas sou 2ª Prenda da minha entidade, o DTG Associação Atlética Souza Cruz (é com D mesmo, D de Departamento) e realizei um grande trabalho, que poderia ter se tornado um grande indiada, se não fosse transformado em mágica, como foi.
Sábado passei o dia todo com 9 meninas da APAE de Santa Cruz do Sul. Era o dia delas, o dia do 1º Sarau da Prenda Jovem da APAE (um baile de debutantes tradicionalista), projeto que desenvolvi e realizei pro Concurso de Prendas da 5ª Região Tradicionalista. Quando encontrei essas meninas as 9 da manhã do sábado (muitas delas ainda nem tinham comido, muito menos tomado banho), eu pensei que seria um dia muito difícil, (já que elas eram muito tímidas, devido aos problemas que enfrentam diariamente) e pensei em desistir, em deixar elas lá, mas minha esperança de que não seria uma indiada falou muito mais alto.
Elas passaram o dia comigo e com todo o grupo que dança no DTG, desenvolvemos atividades durante todo o dia, fizemos a maquiagem delas, arrumamos os cabelos, ensinamos a dançar valsa, demos alimentação, disponibilizamos tudo pra higiene pessoal delas, ainda demos a pilcha completa para cada uma e a levamos pra noite mágica.
E põe mágica! Me deixou muito emocionada e muito satisfeita com tudo o que consegui. É extremamente complicado (praticamente impossível) descrever emoções e sentimentos que tive. Só quem esteve presente pra saber.
Dar um dia de sonho e uma noite mágica a meninas especiais que não tem condições, não tem preço nem explicação! Muito mais do que maravilhoso. Incluir não é trazer pra junto de si, mas fazer da rotina delas a tua rotina, e se orgulhar de fazer elas felizes, com pequenos gestos e pequenas atitudes, que pra muitos 'normais' não teriam valor!!
"Deficiente" é aquele que não consegue modificar sua vida,aceitando as imposições de outras pessoas ou da sociedade em que vive, sem ter consciência de que é dono do seu destino.

Comentários

Postagens mais visitadas