Pular para o conteúdo principal

Destaques

Lançamento do Unicom Conflitos reúne profissionais para debate com alunos

A nova edição do Jornal Unicom, produzida em cima do tema “Conflitos que transformam”, teve o lançamento oficial na noite dessa segunda-feira, 27, em um evento onde o assunto central da publicação foi debatido. Mediado pelo professor Demétrio de Azeredo Sóster, o debate iniciou após as 19h30, no auditório do Memorial da Unisc, e teve como convidados à mesa o jornalista Rodrigo Lopes, a psicóloga e socióloga Gabriela Maia e o sociólogo e professor Luiz Augusto Campis.
No primeiro momento, os três convidados tiveram a oportunidade de falar sobre conflitos que transformam – para o bem ou para o mal – a partir das perspectivas profissionais e pessoais de cada um. Quem deu início a essa fase foi Gabriela, que tratou majoritariamente sobre questões de gênero e a violência acerca disso. Dando sequência, com uma perspectiva mais sociológica, Campis falou sobre a Teoria do Conflito Social, de Karl Marx, relacionando-a com a realidade. Para finalizar, Lopes fez uma breve apresentação sobre a …

Os 5 maiores pegadores da história

Para quem ainda não sabe, meu tema no Unicom, assim como da Blau, é sobre Luxúria. Da minha parte será um Ensaio. Durante a pesquisa tenho encontrado coisas muito interessantes e vou dividir com vocês – seria egoísmo e burrice da minha parte guardar só para mim.

Você se considera um pegador ou conhece pessoas pegadoras? Provavelmente sim. O que você não faz ideia, é que “galinhar” não é algo apenas do nosso tempo. Tem muita gente que viveu a muitooos anos e deixa qualquer amigo seu no chinelo no quesito “pegar”.  Entre os 10 maiores pegadores da história, mentes luxuriosas de reis, atores, prostituta, jogador de basquete e filhas de imperador. Para entrar nesse ranking o número mínimo de amantes ficou em 7 mil (assustador, não?)

Os números foram baseados em estimativas e relatos históricos ou em depoimentos pessoais. Até que ponto os dados são verídicos não se sabe, mas é interessante conferir. O conteúdo foi retirado da Revista Mundo Estranho, edição 53 de julho de 2006. Como o post se estenderia muito, adaptei o original e deixei em apenas cinco – os cinco mais fogosos da história.

Vamos ao ranking
Legendas: *lugar **Quando viveu ***Número estimado de amantes.

5 - JOHN CURTIS HOLMES *Inglaterra **1944-1988 ***14000
John Holmes teve um "grande trunfo" para se lançar na carreira de ator pornô: um bilau de 33 centímetros! Ele ganhou fama fora do mundo erótico ao afirmar numa entrevista que já havia dormido com mais de 14 mil mulheres. Muitos duvidam desse número, que daria uma média de 1,9 mulher por dia durante um período de 20 anos. O que é certo é que ele pagou um alto preço pela promiscuidade: morreu de aids aos 44 anos. Holmes perdeu a virgindade aos 12 anos e, além de ser ator pornô, ainda se prostituía para ganhar mais dinheiro e manter o vício em cocaína.

4 - MADEMOISELLE DUBOIS *França **Meados do séc. 18 ***16527
Jovem atriz francesa do século 18, mademoiselle Dubois ou "senhorita" Dubois, em português era menos reconhecida por seu talento do que por sua beleza e pelo uso que fazia dela. Ela se tornou uma das mais famosas cortesãs de sua época, uma espécie de prostituta de luxo. Dubois mantinha um caderno, onde catalogava todos os seus amantes. De acordo com esse arquivo, a mademoiselle teve exatos 16 527 amantes ao longo de 20 anos. O escritor francês Marquês de Sade se inspirou na enigmática figura de Dubois para criar a personagem Madame De Saint-Ange em seu livro A Filosofia na Alcova.

3 - REI IBN-SAUD *Arábia Saudita **1880-1953 ***20 mil
Ditador supremo da península Árabe, o rei Ibn-Saud só casava para satisfazer seus desejos sexuais. Quando enjoava da esposa, pedia o divórcio e arrumava outras. Diz a lenda que, dos 11 aos 72 anos, ele manteve relações sexuais com três mulheres diferentes todas as noites! Bem, exceto durante os períodos de batalhas... O monarca saudita também ganhou muito poder político se casando com mulheres de diversas tribos. Para Ibn-Saud, as mulheres eram apenas um objeto para diversão e reprodução. Por isso, ele mantinha suas amantes fechadas em um porão sem janelas.

2 - WILT CHAMBERLAIN *Estados Unidos **1936-2000 ***20 mil
Wilt Chamberlain foi um dos maiores astros da história da NBA, a superliga de basquete americana. Sua potência, porém, ultrapassava as quadras... Numa autobiografia lançada em 1991, Chamberlain afirmou que, entre 1951 e 1991, teve 20 mil mulheres, uma média de 1,3 por dia! É difícil de acreditar, ainda mais porque ele nunca enfrentou um processo de paternidade... Chamberlain afirmava que nunca tentou dormir com uma mulher casada. Então, tá...

1 - JULIA DE ELDER *Roma **39 A.C. - 14 D.C. ***80 mil
Quem diria, o maior "pegador" da história foi uma mulher! Filha do imperador romano Augustus, Julia era bonita e inteligente. Na juventude, encantava os homens ao exibir seu corpo publicamente, preferindo usar roupas translúcidas, que deixavam os romanos babando. Ela tinha tudo o que uma mulher poderia querer, exceto satisfação sexual. E, em busca disso, acabou ultrapassando todos os limites. Seus amantes logo chegaram a uma dúzia, depois a centenas, até abranger, segundo a lenda, mais da metade dos jovens de Roma! Não satisfeita, Julia começou a se oferecer para todos os estrangeiros que passavam pela cidade e também resolveu vagar pelas ruas com um bando de prostitutas, abordando passantes e arrastando-os para os becos escuros, onde fazia sexo com eles. Por causa do seu comportamento, Julia de Elder foi condenada por seu pai, o imperador Augustus, a viver sozinha numa ilha chamada Pandateria.

*Não achei disponivel no site da Revista o conteúdo na Íntegra.

Agora vai correndo contar para aquela sua amiga que se acha a “gostosa” e o amigo que se acha o “garanhão” que eles não são tudo isso não (heheh) .

Comentários

  1. de CURTIS o HOLMES não tinha nada. iauheiuaheiuhaeiuhaeiuhaeiuhae
    não podia perder essa piadinha

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas