Pular para o conteúdo principal

Destaques

Lançamento do Unicom Conflitos reúne profissionais para debate com alunos

A nova edição do Jornal Unicom, produzida em cima do tema “Conflitos que transformam”, teve o lançamento oficial na noite dessa segunda-feira, 27, em um evento onde o assunto central da publicação foi debatido. Mediado pelo professor Demétrio de Azeredo Sóster, o debate iniciou após as 19h30, no auditório do Memorial da Unisc, e teve como convidados à mesa o jornalista Rodrigo Lopes, a psicóloga e socióloga Gabriela Maia e o sociólogo e professor Luiz Augusto Campis.
No primeiro momento, os três convidados tiveram a oportunidade de falar sobre conflitos que transformam – para o bem ou para o mal – a partir das perspectivas profissionais e pessoais de cada um. Quem deu início a essa fase foi Gabriela, que tratou majoritariamente sobre questões de gênero e a violência acerca disso. Dando sequência, com uma perspectiva mais sociológica, Campis falou sobre a Teoria do Conflito Social, de Karl Marx, relacionando-a com a realidade. Para finalizar, Lopes fez uma breve apresentação sobre a …

Situação inusitada

Na ausência,
um grande sentimento surge, tornando-me enfraquecida.

Sinto-me triste, ingênua.
Tudo culpa da minha mediocridade.
Totalmente fraca!

Não compreendo o porque de nós termos que passar por isso.
Jamais saberão o que é sentir essa situação inusitada.

Dias difíceis,
pressão, supervisão, incômodo total.
Sem liberdade.
A convivência é difícil,
não há como compreender.
A TPM é um horror!

Comentários

  1. Na TPM tudo é mais triste. Tudo dá errado. A vontade de choras é constante.
    Os homens nunca vão entender. Eles não passam por isso.

    ResponderExcluir
  2. Os homens deveriam de passar pelo menos uma vez, só para ter uma noção como é a TPM.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas