Pular para o conteúdo principal

Destaques

Lançamento do Unicom Conflitos reúne profissionais para debate com alunos

A nova edição do Jornal Unicom, produzida em cima do tema “Conflitos que transformam”, teve o lançamento oficial na noite dessa segunda-feira, 27, em um evento onde o assunto central da publicação foi debatido. Mediado pelo professor Demétrio de Azeredo Sóster, o debate iniciou após as 19h30, no auditório do Memorial da Unisc, e teve como convidados à mesa o jornalista Rodrigo Lopes, a psicóloga e socióloga Gabriela Maia e o sociólogo e professor Luiz Augusto Campis.
No primeiro momento, os três convidados tiveram a oportunidade de falar sobre conflitos que transformam – para o bem ou para o mal – a partir das perspectivas profissionais e pessoais de cada um. Quem deu início a essa fase foi Gabriela, que tratou majoritariamente sobre questões de gênero e a violência acerca disso. Dando sequência, com uma perspectiva mais sociológica, Campis falou sobre a Teoria do Conflito Social, de Karl Marx, relacionando-a com a realidade. Para finalizar, Lopes fez uma breve apresentação sobre a …

Pensando no projeto gráfico

Mais uma vez, fiquei responsável pelo projeto gráfico do Unicom deste segundo semestre de 2013. A próxima edição, cujo tema é livre, já está sendo diagramada. Lendo um pouco sobre a diagramação encontrei algumas dicas interessantes para quem trabalha com isso.
O material foi retirado do livro Jornal Impresso: da forma ao discurso, da SEPAC – Serviço à Pastoral da Comunicação. Confira algumas dicas: 1 - Não congestione a página: procure não poluir a página, colocando um número excessivo de elementos; 2 - Seja cuidadoso na escolha dos tipos: procure utilizar um número restrito de fontes para compor os textos de uma página; 3 - Mantenha entrelinhamento constante. Quando houver duas ou mais colunas, lado a lado, mantenha o mesmo entrelinhamento entre elas, para que fiquem da mesma altura; 4 - Crie títulos com espaço definido: não abra muito o entrelinhamento de um título, para não se correr o risco de perder a noção de conjunto entre as linhas; 5 - Não hifenize títulos; 6 - Não justifique títulos longos; 7 - Evite textos sobre retículas ou ilustrações. O texto em negativo colocado sobre uma foto ou ilustração perde sua legibilidade quando a retícula ou cor de fundo não contrasta com a cor do texto; 8 - Evite viúvas, forcas e órfãs; 9 - Escape da hifenização excessiva; 10 - Evite os rios: espaços muito grandes deixados entre palavras em extensos blocos de texto.

Comentários

Postagens mais visitadas