Pular para o conteúdo principal

Destaques

Lançamento do Unicom Conflitos reúne profissionais para debate com alunos

A nova edição do Jornal Unicom, produzida em cima do tema “Conflitos que transformam”, teve o lançamento oficial na noite dessa segunda-feira, 27, em um evento onde o assunto central da publicação foi debatido. Mediado pelo professor Demétrio de Azeredo Sóster, o debate iniciou após as 19h30, no auditório do Memorial da Unisc, e teve como convidados à mesa o jornalista Rodrigo Lopes, a psicóloga e socióloga Gabriela Maia e o sociólogo e professor Luiz Augusto Campis.
No primeiro momento, os três convidados tiveram a oportunidade de falar sobre conflitos que transformam – para o bem ou para o mal – a partir das perspectivas profissionais e pessoais de cada um. Quem deu início a essa fase foi Gabriela, que tratou majoritariamente sobre questões de gênero e a violência acerca disso. Dando sequência, com uma perspectiva mais sociológica, Campis falou sobre a Teoria do Conflito Social, de Karl Marx, relacionando-a com a realidade. Para finalizar, Lopes fez uma breve apresentação sobre a …

A importância da produção

A mudança de funções dentro de uma empresa jornalística é rotineira. Quando os acadêmicos estão dentro de uma universidade esta rotatividade também é estimulada pelos docentes. No Unicom isto não poderia deixar de ser diferente, sendo que num primeiro momento o estudante que faz parte do grupo de revisão passa a ser da divulgação.

Mas qual é a diferença de uma função para outra? Bem, em primeiro lugar devo deixar bem claro que o Unicom segue a teoria chamada de gatekeeper, em que o editor-chefe é responsável por tudo que sai na publicação e esta função é fixa. Em segundo lugar há dois subeditores que ficam responsáveis pelo andamento geral da publicação.

Após eles há o editor de fotografia, de multimídia, os revisores e os produtores. Os dois primeiros editores dispensam comentários. Já os detentores da última função são responsáveis por produzir conteúdo (tanto sobre as reportagens como também sobre os bastidores e sites do jornal). Todas as funções são importantes para a publicação sair com qualidade, mas a dos produtores é essencial, pois ninguém faz um jornal inteiro sozinho.

Comentários

Postagens mais visitadas