Pular para o conteúdo principal

Destaques

Lançamento do Unicom Conflitos reúne profissionais para debate com alunos

A nova edição do Jornal Unicom, produzida em cima do tema “Conflitos que transformam”, teve o lançamento oficial na noite dessa segunda-feira, 27, em um evento onde o assunto central da publicação foi debatido. Mediado pelo professor Demétrio de Azeredo Sóster, o debate iniciou após as 19h30, no auditório do Memorial da Unisc, e teve como convidados à mesa o jornalista Rodrigo Lopes, a psicóloga e socióloga Gabriela Maia e o sociólogo e professor Luiz Augusto Campis.
No primeiro momento, os três convidados tiveram a oportunidade de falar sobre conflitos que transformam – para o bem ou para o mal – a partir das perspectivas profissionais e pessoais de cada um. Quem deu início a essa fase foi Gabriela, que tratou majoritariamente sobre questões de gênero e a violência acerca disso. Dando sequência, com uma perspectiva mais sociológica, Campis falou sobre a Teoria do Conflito Social, de Karl Marx, relacionando-a com a realidade. Para finalizar, Lopes fez uma breve apresentação sobre a …

Desligue o farol


Minha indiada mais recente está prestes a completar uma semana de vida! Curiosamente, um dia após decidir com o grupo qual seria o tema do próximo Unicom, eis que o destino me prega uma peça.


Às 11h 15 eu tinha dentista marcado. A felicidade era tamanha, pois ali estava a chance de tirar o aparelho definitivamente. Como a aula iria até às 11h 10, minha mãe, na noite anterior, ofereceu o carro para que tudo ficasse mais fácil.


Saí de casa pela manhã e ganhei a estrada rumo a Unisc. Ainda lembro, como se fosse ontem, minha mãe dizendo para não esquecer de ligar os faróis, já que estava um pouco nublado. Tudo certo. A ida não teve imprevistos.


Cheguei na Unisc, estacionei o carro e segui para a aula. Lutei a manhã toda com as pálpebras que teimavam em fechar. Venci e continuei atenta às explicações do professor. A aula havia acabado e segui até o carro. A excitação era tamanha. Dentro de alguns minutos a dentista libertaria meus dentes das inúmeras celas pequenas.


Abri a porta do carro, coloquei a bolsa sobre o banco do lado e virei a chave. Mas aí é que está a questão. A chave virou e nada aconteceu! Sabem por que? Pelo simples fato de não ter uma mãe para dizer: - Heloísa, desliga os faróis.


Quer saber o que aconteceu depois? Leia o post de amanhã!


Comentários

  1. Sim, é que tu esqueceu que não estava com o Palio, que desliga as luzes simultaneamente ao motor.
    Bj

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas