Pular para o conteúdo principal

Destaques

Lançamento do Unicom Conflitos reúne profissionais para debate com alunos

A nova edição do Jornal Unicom, produzida em cima do tema “Conflitos que transformam”, teve o lançamento oficial na noite dessa segunda-feira, 27, em um evento onde o assunto central da publicação foi debatido. Mediado pelo professor Demétrio de Azeredo Sóster, o debate iniciou após as 19h30, no auditório do Memorial da Unisc, e teve como convidados à mesa o jornalista Rodrigo Lopes, a psicóloga e socióloga Gabriela Maia e o sociólogo e professor Luiz Augusto Campis.
No primeiro momento, os três convidados tiveram a oportunidade de falar sobre conflitos que transformam – para o bem ou para o mal – a partir das perspectivas profissionais e pessoais de cada um. Quem deu início a essa fase foi Gabriela, que tratou majoritariamente sobre questões de gênero e a violência acerca disso. Dando sequência, com uma perspectiva mais sociológica, Campis falou sobre a Teoria do Conflito Social, de Karl Marx, relacionando-a com a realidade. Para finalizar, Lopes fez uma breve apresentação sobre a …

FIM!!

Fechamento da primeira edição. Quanto alívio!
Até onde a vista pode alcançar, tudo está certo.
Após tantas idas e vindas, tropeços e novas tentativas... a coisa andou e logo logo teremos mais um UNICOM saindo para a alegria da galera e alivio dos curiosos que não devem mais aguentar nos ouvir falar do tão sonhado UNICOM INDIADAS.
Mas agora.. dá um vazio! O indiadas foi tão querido por nós que parece que agora, finalizando-o, parece que o abandonamos, deixamos ele para trás para ir em busca de uma nova aventura.
Mas isso faz parte da profissão. Se apegar à pautas ou aos "filhos" que saem do forno não é um luxo que podemos conceder a nós mesmos. O trabalho não para e já começamos a trabalhar na próxima edição.
Quando a edição Indiadas chegar às nossas mãos, uma nova paixão já terá assumido seu lugar em nossos corações, com novas pautas, novas fontes, novas.. indiadas.
É, pensando bem nem tudo fica para trás. O orgulho do trabalho finalizado e as lembranças dos momentos na produção fazem parte da nossa história.
Acho que jornalista tem o coração grande. Se apaixona por cada pauta na busca de transformá-la na melhor possível e guarda um pouquinho de cada consigo como um aprendizado para o resto de sua jornada.

Comentários

Postagens mais visitadas