Pular para o conteúdo principal

Destaques

Lançamento do Unicom Conflitos reúne profissionais para debate com alunos

A nova edição do Jornal Unicom, produzida em cima do tema “Conflitos que transformam”, teve o lançamento oficial na noite dessa segunda-feira, 27, em um evento onde o assunto central da publicação foi debatido. Mediado pelo professor Demétrio de Azeredo Sóster, o debate iniciou após as 19h30, no auditório do Memorial da Unisc, e teve como convidados à mesa o jornalista Rodrigo Lopes, a psicóloga e socióloga Gabriela Maia e o sociólogo e professor Luiz Augusto Campis.
No primeiro momento, os três convidados tiveram a oportunidade de falar sobre conflitos que transformam – para o bem ou para o mal – a partir das perspectivas profissionais e pessoais de cada um. Quem deu início a essa fase foi Gabriela, que tratou majoritariamente sobre questões de gênero e a violência acerca disso. Dando sequência, com uma perspectiva mais sociológica, Campis falou sobre a Teoria do Conflito Social, de Karl Marx, relacionando-a com a realidade. Para finalizar, Lopes fez uma breve apresentação sobre a …

O "causo" é o seguinte

Após uma longa conversa com seu Olásio de Fraga, o aposentado de 81 anos conta a história de como aprendeu a pôr a mão na massa, ou melhor, como aprendeu a fazer bolachas, pão e geléias. Não acreditam, pois tratem de acreditar, ele se vira nos 30.


Quando sua irmão saiu de casa, Olásio teve de cuidar dos irmãos mais novos. Eis aí o início de tudo. Sem falar que ele ajudava na organização da casa. Era pão caseiro, bolacha de manteiga e assim vai. Sorte da Dona Odila, sua esposa. Já pensou, você chegar em casa e tudo pronto: casa limpa, pãozinho quente, uma bolachinha acompanhada de um belo chimarrão... maravilha!

Pois bem, agora vamos tratar do aposentado que conserta guarda-chuvas. Segundo ele, tudo começou quando viu uma sombrinha estragada, de sua esposa, e pensou: "Não deve ser difícil de consertar". Tentou, tentou, até que conseguiu consertar. Mas não levou muito a sério. Após se aposentar, começou a frequentar os bingos da cidade.

Com o fechamento dos bingos, seu Olásio dedicou-se á consertar guarda-chuvas. Este foi o "causo" do início de tudo. Sim, "causo", como ele mesmo diz. Mais um fato importante, ou seja, bizarro? O aposentado arrancou um dente com o alicate que conserta os próprios guarda-chuvas. Não me perguntem como isso ocorreu, pois quando o questionei, a resposta foi a mesma quando falei em fotografar ele consertando o guarda-chuva: "Isso não é necessário".

Minha reportagem com este simpático aposentado foi assim, diversas histórias e "causos".

Comentários

Postagens mais visitadas