Pular para o conteúdo principal

Destaques

Lançamento do Unicom Conflitos reúne profissionais para debate com alunos

A nova edição do Jornal Unicom, produzida em cima do tema “Conflitos que transformam”, teve o lançamento oficial na noite dessa segunda-feira, 27, em um evento onde o assunto central da publicação foi debatido. Mediado pelo professor Demétrio de Azeredo Sóster, o debate iniciou após as 19h30, no auditório do Memorial da Unisc, e teve como convidados à mesa o jornalista Rodrigo Lopes, a psicóloga e socióloga Gabriela Maia e o sociólogo e professor Luiz Augusto Campis.
No primeiro momento, os três convidados tiveram a oportunidade de falar sobre conflitos que transformam – para o bem ou para o mal – a partir das perspectivas profissionais e pessoais de cada um. Quem deu início a essa fase foi Gabriela, que tratou majoritariamente sobre questões de gênero e a violência acerca disso. Dando sequência, com uma perspectiva mais sociológica, Campis falou sobre a Teoria do Conflito Social, de Karl Marx, relacionando-a com a realidade. Para finalizar, Lopes fez uma breve apresentação sobre a …

Bullying não tem graça

Bullying é uma forma de agressão que ocorre geralmente nas escolas, caracterizada pelas ações de dominação de um indivíduo (bully) sobre outro (vítima), através de frequente comportamento agressivo.  São atos repetidos de intimidação, deliberados, de um indivíduo mais forte contra outro mais fraco, objetivando dominação. Pode ser físico (com ou sem contato), verbal, emocional, racista ou sexual.
Bullying não é um problema novo, mas a sua extensão só começou a ser pesquisado e divulgado nos últimos anos. Na escola é muito mais comum do que pensam professores e pais, e por isso difícil de ser controlado.
Professores precisam tempo, paciência e habilidade para lidar com crianças envolvidas em bullying e suas famílias.  É fundamental que haja suporte adequado para os professores, especialmente aqueles novos na profissão.  A melhor forma de tratar o bullying é evitar que ele ocorra.
Preste atenção, seu filho pode estar sofrendo bullying, interrompa o antes que ele comece. Pais, alunos e toda a escola devem sempre estar envolvidos nessa prática. Também a qualidade da relação professor-aluno, baseada no respeito e confiança mútuos, é muito importante para que o bullying não ocorra.

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas