Pular para o conteúdo principal

Destaques

Lançamento do Unicom Conflitos reúne profissionais para debate com alunos

A nova edição do Jornal Unicom, produzida em cima do tema “Conflitos que transformam”, teve o lançamento oficial na noite dessa segunda-feira, 27, em um evento onde o assunto central da publicação foi debatido. Mediado pelo professor Demétrio de Azeredo Sóster, o debate iniciou após as 19h30, no auditório do Memorial da Unisc, e teve como convidados à mesa o jornalista Rodrigo Lopes, a psicóloga e socióloga Gabriela Maia e o sociólogo e professor Luiz Augusto Campis.
No primeiro momento, os três convidados tiveram a oportunidade de falar sobre conflitos que transformam – para o bem ou para o mal – a partir das perspectivas profissionais e pessoais de cada um. Quem deu início a essa fase foi Gabriela, que tratou majoritariamente sobre questões de gênero e a violência acerca disso. Dando sequência, com uma perspectiva mais sociológica, Campis falou sobre a Teoria do Conflito Social, de Karl Marx, relacionando-a com a realidade. Para finalizar, Lopes fez uma breve apresentação sobre a …

Coleções de Miniaturas

Automóveis sempre exerceram fascínio e geralmente são objetos de desejo de homens, mulheres e até crianças do mundo inteiro. E modelos de carros reais em miniaturas com detalhes minuciosos também não deixam de ter a sua imensa legião de fãs.

A história das primeiras miniaturas automóveis inicia-se em 1910, através da Tootsietoy e da SR, os primeiros modelos foram produzidos em metal fundido, numa escala perto de 1/48, em países como a França Alemanha, os Estados Unidos e a Grã-Bretanha. Nos anos 30, o chumbo foi substituído pelo “zamac” e veio de alguma forma melhorar consideravelmente a sua qualidade.

O “zamac” é uma liga composta por vários metais. Este, por sua vez, é derretido e então injetado dentro de um molde com as forma da miniatura. A este corpo de metal acrescenta-se partes de plástico e borracha, que então são pintadas e decoradas. Desta forma consegue-se reproduzir com riqueza de detalhes o modelo original.


Estima-se que a cada segundo somente a Hot Wheels vende sete carrinhos em alguma parte do mundo. No inicio as miniaturas eram vistas como algo para brincar, mas a verdade é que os jovens dessa altura foram crescendo e “deixaram de brincar com os carrinhos”, ficando a verdadeira paixão, não só pelo automóvel, mas acima de tudo pelo colecionismo. Em Santa Cruz do Sul e Vera Cruz encontramos colecionadores apaixonados pelas coleções e que contaram à reportagem porque curtem a coleção de miniaturas.

A reportagem pode ser conferida nas páginas do Unicom que está saindo nos próximos dias, cheio de coisas bem legais. Não deixe de conferir.

Comentários

Postagens mais visitadas