Pular para o conteúdo principal

Destaques

Lançamento do Unicom Conflitos reúne profissionais para debate com alunos

A nova edição do Jornal Unicom, produzida em cima do tema “Conflitos que transformam”, teve o lançamento oficial na noite dessa segunda-feira, 27, em um evento onde o assunto central da publicação foi debatido. Mediado pelo professor Demétrio de Azeredo Sóster, o debate iniciou após as 19h30, no auditório do Memorial da Unisc, e teve como convidados à mesa o jornalista Rodrigo Lopes, a psicóloga e socióloga Gabriela Maia e o sociólogo e professor Luiz Augusto Campis.
No primeiro momento, os três convidados tiveram a oportunidade de falar sobre conflitos que transformam – para o bem ou para o mal – a partir das perspectivas profissionais e pessoais de cada um. Quem deu início a essa fase foi Gabriela, que tratou majoritariamente sobre questões de gênero e a violência acerca disso. Dando sequência, com uma perspectiva mais sociológica, Campis falou sobre a Teoria do Conflito Social, de Karl Marx, relacionando-a com a realidade. Para finalizar, Lopes fez uma breve apresentação sobre a …

Reta Final

Após tantas revisões, "re-revisões" e "re-re-visões", o Unicom vai ser finalmente enviado à gráfica para ser impresso. Além de rolar a satisfação de lançar mais um jornal, paralelamente, acontece a adrenalina de final de semestre, fim de ano. Porém, alguns dias após acabar o semestre, com cereteza vai ficar a saudade.

Saudade do Demétrio pedindo as fotos ouimatérias necessárias para fechar o Unicom. Saudade de correr atrás das fontes e na maioria das vezes, cansar de tanto correr. No meu caso, corri COM as fontes nos atendimentos do Samu noite afora. Naqueles dias que fui juntamente com os profissionais aos atendimentos, passei a noite em claro e tive que ir trabalhar direto, sem escala em casa e a tarde viajar. Foi cansativo, mas compensa.

Esses entre outros momentos que vão ficar na lembrança. E nas férias, enquanto estivermos na praia, ou no trabalho, ou em casa balançando na rede... seja em qualquer lugar e qualquer situação, vamos nos lembrar do que fazíamos nas quintas, das 19 às 22h20. Aliás, logo no início do semestre, nós (homens), inclusive o Demétrio, chagamos a nos vestir e usar acessórios de mulher. Mas claro, para o bem do jornal (não sei qual o bem, mas tudo bem).

Reclamamos que estamos cansados durante o período de aulas, mas resumindo, a saudade vem e é invitável. Portanto, nestas últimas aulas, vamos aproveitar o momento para curtir a turma. Afinal, as férias estão aí. E é claro, não posso esquecer de recomendar o descanso, para votar com o todo o gás no primeiro semestre de 2011.

E não esqueça: LEIA O UNICOM!

Comentários

  1. São tantos trabalhos, provas, correria de fim de ano... A gente só quer saber das férias.
    Mas lendo o teu post, bateu saudades. Foi, sem dúvida, uma disciplina superlegal de fazer.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas