Pular para o conteúdo principal

Destaques

Lançamento do Unicom Conflitos reúne profissionais para debate com alunos

A nova edição do Jornal Unicom, produzida em cima do tema “Conflitos que transformam”, teve o lançamento oficial na noite dessa segunda-feira, 27, em um evento onde o assunto central da publicação foi debatido. Mediado pelo professor Demétrio de Azeredo Sóster, o debate iniciou após as 19h30, no auditório do Memorial da Unisc, e teve como convidados à mesa o jornalista Rodrigo Lopes, a psicóloga e socióloga Gabriela Maia e o sociólogo e professor Luiz Augusto Campis.
No primeiro momento, os três convidados tiveram a oportunidade de falar sobre conflitos que transformam – para o bem ou para o mal – a partir das perspectivas profissionais e pessoais de cada um. Quem deu início a essa fase foi Gabriela, que tratou majoritariamente sobre questões de gênero e a violência acerca disso. Dando sequência, com uma perspectiva mais sociológica, Campis falou sobre a Teoria do Conflito Social, de Karl Marx, relacionando-a com a realidade. Para finalizar, Lopes fez uma breve apresentação sobre a …

A história de Henrique

Ontem tive a oportunidade de conhecer o Henrique. De cara pude ter uma noção de que se tratava de uma criança doce: amável, abraçava o avô, Hugo, o tempo inteiro. Sorria quando via algo que o agradasse. Ficava faceiro diante dos brinquedos que ocupavam um dos cantos do shopping. Comia seu jantar com tranquilidade, a menos que algo mais atrativo passasse diante de seus atentos olhos azuis. Entretanto, quem avista de fora - sem prestar atenção - não percebe o que realmente acontece no universo do pequeno Henrique.



Uma das minhas inspirações na profissão, a jornalista e escritora gaúcha Eliane Brum, já dizia que a escrita de suas reportagens era como um parto: surgiam de suas entranhas e levavam um certo período para se consolidar como texto. É assim que me sinto ao contar esta história. Cada palavra, cada detalhe, cada escolha, dói em mim. Me arrepio, fico tensa, penso, reflito, tenho vontade de parar tudo. Tomo um café, respiro e retorno. Quero que tudo exponha com exatidão o que vi e vivi ao conhecer esta realidade - e a separação dela - através da família Braz.

Espero que consiga fazê-los imergir nesse contexto. Estamos na reta final!


Comentários

Postagens mais visitadas