Pular para o conteúdo principal

Destaques

Lançamento do Unicom Conflitos reúne profissionais para debate com alunos

A nova edição do Jornal Unicom, produzida em cima do tema “Conflitos que transformam”, teve o lançamento oficial na noite dessa segunda-feira, 27, em um evento onde o assunto central da publicação foi debatido. Mediado pelo professor Demétrio de Azeredo Sóster, o debate iniciou após as 19h30, no auditório do Memorial da Unisc, e teve como convidados à mesa o jornalista Rodrigo Lopes, a psicóloga e socióloga Gabriela Maia e o sociólogo e professor Luiz Augusto Campis.
No primeiro momento, os três convidados tiveram a oportunidade de falar sobre conflitos que transformam – para o bem ou para o mal – a partir das perspectivas profissionais e pessoais de cada um. Quem deu início a essa fase foi Gabriela, que tratou majoritariamente sobre questões de gênero e a violência acerca disso. Dando sequência, com uma perspectiva mais sociológica, Campis falou sobre a Teoria do Conflito Social, de Karl Marx, relacionando-a com a realidade. Para finalizar, Lopes fez uma breve apresentação sobre a …

Alunos das escolas municipais de Rio Pardo conhecem o Unicom

Esta acadêmica distribuiu alguns exemplares do Jornal Unicom para seus amigos e uma delas foi a professora de Língua Portuguesa Cláudia Guterres, aluna da Unisc que levou as edições da Revista Exceção e também o Unicom Separações para trabalhar em sala de aula.


Os alunos deixaram uma mensagem.

"Somos a pequena turma do 7º ano da EMEF Rodolfo Iserhard, do município de Rio Pardo, e fomos apresentados à revista Exceção e o Jornal Unicom Separações - e nos interessamos muito por suas histórias, já que são relatos da vida real e de gente bem de pertinho, como Pantano Grande, Santa Cruz, Vera Cruz, e a nossa cidade... As revistas foram apresentadas pela professora de Língua Portuguesa, e a primeira história que ela leu para nossa turma foi “Tinha uma pedra no meio do caminho” do repórter Fábio Felício. A partir daí, começamos a solicitar a leitura, todo dia, de outra, outra e mais outra história. Ela então, providenciou mais revistas (foi em Santa Cruz buscar) e agora, além de poder manuseá-las, podemos levar emprestadas para casa, com condição de entregá-las em alguns dias, pois tem colegas na fila de espera!"



A professora não autorizou sua imagem

Comentários

Postagens mais visitadas