Pular para o conteúdo principal

Destaques

Lançamento do Unicom Conflitos reúne profissionais para debate com alunos

A nova edição do Jornal Unicom, produzida em cima do tema “Conflitos que transformam”, teve o lançamento oficial na noite dessa segunda-feira, 27, em um evento onde o assunto central da publicação foi debatido. Mediado pelo professor Demétrio de Azeredo Sóster, o debate iniciou após as 19h30, no auditório do Memorial da Unisc, e teve como convidados à mesa o jornalista Rodrigo Lopes, a psicóloga e socióloga Gabriela Maia e o sociólogo e professor Luiz Augusto Campis.
No primeiro momento, os três convidados tiveram a oportunidade de falar sobre conflitos que transformam – para o bem ou para o mal – a partir das perspectivas profissionais e pessoais de cada um. Quem deu início a essa fase foi Gabriela, que tratou majoritariamente sobre questões de gênero e a violência acerca disso. Dando sequência, com uma perspectiva mais sociológica, Campis falou sobre a Teoria do Conflito Social, de Karl Marx, relacionando-a com a realidade. Para finalizar, Lopes fez uma breve apresentação sobre a …

Tem um novo Unicom chegando!

Feito o texto, hora de passar pela revisão e fazer os últimos ajustes. Cortar uma frase aqui, acrescentar outra ali. Ler e reler algumas tantas vezes e deixar a reportagem da melhor maneira possível.

Hora de escolher as fotos, de dar o toque final. Um misto de nervosismo e ansiedade me consome, sabe? Nervosismo por querer terminar logo e ver tudo prontinho e ansiedade pra ver como ficará a edição do Unicom. E uma coisa eu já adianto: vem muitas novidades por ai! Será um jornal reformulado e pensado por toda a turma.
Mas enquanto ele não chega, vou te contar outra coisa: escrever sobre medos, me fez pensar e refletir profundamente sobre os meus. Afinal de contas, muitas vezes confundo medo com insegurança e agora, depois de conversar com várias pessoas e realizar algumas leituras, o assunto ficou mais claro.

E você, do que tem medo? Já parou para refletir sobre isso?

Por mais que seja estranho, o medo nos faz parar e refletir sobre a vida e sobre nós mesmos, ele pode nos impulsionar ou nos parar. A escolha é nossa.

Comentários

Postagens mais visitadas