"Então eu simplesmente travei"

Quem acompanha o Unicom pelo blog e pelas redes sociais já sabe que a edição temática do jornal é sobre medos. Por cerca de dois meses a turma esteve imersa no tema com o objetivo de trazer boas histórias para o jornal. Mas, e os repórteres? Será que, ao contar os relatos de pessoas, eles também não sentiram medo? Na reportagem da colega Luana Ciecelski esse sentimento surgiu, confira o depoimento dela sobre essa experiência:

"E se eu não der conta? Eu nunca fui uma pessoa extremamente religiosa, mas tenho minhas crenças, e pra falar a verdade, me considero uma curiosa dessas questões. Já quis saber mais sobre quase todas as religiões e na minha própria vida, adoto uma mistura de crenças. Para esta edição do Unicom, tive a oportunidade de aprender ainda mais. O que eu não esperava é que essa pauta me trouxesse tanta aflição. Acontece que depois de pensar sobre ela e iniciar os contatos, me dei conta de que eu tinha muitas fontes, todas boas, mas pouco tempo para entrevistá-las. Depois, me dei conta de que cada um dos religiosos que me falou sobre o medo pelo viés de suas religiões, trouxe muitas informações bacanas. Então eu simplesmente travei. Fiquei em pânico. Não sabia como colocar tudo aquilo no papel. No fim das contas a Giu, a Helô e o professor Demétrio, os editores, foram fundamentais para que eu conseguisse organizar as ideias e o resultado disso tudo vocês vão conferir no Unicom Medos."

Comentários

Postagens mais visitadas