Quase, quase!

Enfim, a Unicom Medos está quase em nossas mãos. Depois de dois meses podemos respirar aliviados, pois o medo de dar errado e o de não acertar já não nos amedronta. Temos a consciência de que vencemos este desafio e, como troféu, levantaremos o NOSSO jornal-laboratório. Na verdade, não apenas levantaremos em forma de comemoração, nós vamos é compartilhá-lo com vocês! Sim, é verdade, mas só na próxima semana! Aguardem, não vão se arrepender. Palavra de escoteiro, digo, de uma jornalista em formação!
Neste jornal eu fui a sub-editora, então, imaginem, eu li TODAS as reportagens em primeira mão! Que demais, né? Confesso, em algumas senti o medo dos nossos personagens através da palavra escrita. Em outras, não controlei minhas lágrimas. Algumas, me fizeram viajar no tempo, me transportaram de cidade, até de país! Talvez até fui chata algumas vezes, mas, juro, não foi por mal. É que sou uma leitora exigente, assim como vocês que nos acompanham há tantos Unicom. E o resultado, de tanto esforço e defesa de ideias, está quase em nossas mãos! Ai, passa semana.  
Bom, mas já vou adiantar um pouquinho sobre a minha reportagem... Conversei com três especialistas: um da área psiquiátrica, outro da psicologia e, por fim, um da filosofia. Eles me ajudaram a entender o tão falado medo. Foi uma conversa bem bacana, sério. Embora seja uma reportagem com especialistas, a abordagem fluiu de forma leve. Acredito que vocês vão curtir, assim como todas as páginas do Unicom, que ficaram demais!

Comentários

Postagens mais visitadas