Vítimas da guerra

Senegaleses que fogem da guerra e da fome atravessam o oceano na esperança de uma vida melhor. O repórter Régis de Oliveira Júnior revela que o desemprego, dificuldades com o idioma e moradia incerta viram drama para os refugiados que chegam ao Brasil.

A reportagem conta a história de Abden, o irmão e dois amigos senegaleses. O grupo atracou clandestinamente no Porto de Rio Grande em 2013. Escondidos nos porões de um navio vindo da África, eles viajaram abarrotados, passaram frio, fome e sede.

Na próxima edição do Unicom, você confere um panorama completo sobre a maior crise de refugiados desde a Segunda Guerra Mundial. Na época, 60 milhões de pessoas deixaram seu país em busca de abrigo. De acordo com dados oficiais da Organização das Nações Unidas (ONU), atualmente, 59,5 milhões lutam por proteção internacional.


Comentários

Postagens mais visitadas