Pular para o conteúdo principal

Destaques

Editorial: Peças que não se encaixam

Olá!

Seja bem-vindo ao nosso Unicom. Digo nosso, porque mesmo que ele já tenha passado por tantas mãos e ainda será de tantos outros acadêmicos, neste momento ele nos pertence. Logo mais, você vai conhecer o rosto de cada um de nós e já lhes adianto: certamente somos peças que muitas vezes – se não todas – não se encaixam. Afinal, como diz o velho ditado: ninguém é igual e cada louco tem as suas manias. O que é a mais pura verdade!

E é em meio a essa confusão de características que surgiu a primeira edição do nosso jornal-laboratorial do segundo semestre de 2017: o Unicom Conflitos que transformam. Sabe aqueles momentos que as peças do quebra-cabeça realmente não encontram sintonia? Pois então, é disso que estamos falando! As marcas verdes, nas reportagens, são para trazer ou despertar a esperança dentro de nós.

A cor rosa, simboliza a inspiração que precisamos para superar ou mudar situações não tão bonitas das nossas vidas. Nas próximas postagens lhe convidamos para conhecer as h…

Saber lidar com críticas é necessário


Todas os profissionais de diferentes áreas, em algum momento, foram criticados por alguma coisa que fizeram. No Jornalismo não é diferente. Nem sempre as matérias dos repórteres vão agradar todas as pessoas, ainda mais se o assunto for algo negativo.
As pessoas criticam, reclamam e ameaçam processar. As pessoas criticam uma palavra que talvez tenha sido mal colocada. Criticam o tom e foco da matéria.
Tudo isso faz parte da profissão. Dificilmente as pessoas ligam para o repórter para elogiar e dizer o quanto uma matéria escrita foi legal.
É natural do ser humano mais reclamar e criticar, do que agradecer e elogiar.

A verdade é que as críticas na profissão sempre vão existir. O jornalista lida com diferentes pessoas e é natural que agrade uma e desagrade outra. Tudo deve ser visto não como algo ruim, mas sim, como um aprendizado para que se possa fazer os próximos trabalhos ainda melhores.

Comentários

Postagens mais visitadas