Pular para o conteúdo principal

Destaques

Lançamento do Unicom Conflitos reúne profissionais para debate com alunos

A nova edição do Jornal Unicom, produzida em cima do tema “Conflitos que transformam”, teve o lançamento oficial na noite dessa segunda-feira, 27, em um evento onde o assunto central da publicação foi debatido. Mediado pelo professor Demétrio de Azeredo Sóster, o debate iniciou após as 19h30, no auditório do Memorial da Unisc, e teve como convidados à mesa o jornalista Rodrigo Lopes, a psicóloga e socióloga Gabriela Maia e o sociólogo e professor Luiz Augusto Campis.
No primeiro momento, os três convidados tiveram a oportunidade de falar sobre conflitos que transformam – para o bem ou para o mal – a partir das perspectivas profissionais e pessoais de cada um. Quem deu início a essa fase foi Gabriela, que tratou majoritariamente sobre questões de gênero e a violência acerca disso. Dando sequência, com uma perspectiva mais sociológica, Campis falou sobre a Teoria do Conflito Social, de Karl Marx, relacionando-a com a realidade. Para finalizar, Lopes fez uma breve apresentação sobre a …

Quando o repórter é surpreendido

Ser repórter é uma profissão como qualquer outra, e da mesma forma acabamos condicionados pela rotina. Após a escolha da pauta e do ângulo do qual pretendemos abordá-la, é hora de procurar e ouvir as fontes, coisa corriqueira. A experiência do dia a dia faz com que o jornalista já tenha em mente o que a fonte vai dizer.
Escrevendo a matéria do segundo UNICOM desse semestre, eis que sou surpreendido. A fonte conta uma daquelas histórias que nos faz jogar tudo o que já tinha sido pensado e escrito para o alto e começar tudo de novo, com uma visão completamente diferente. Ser repórter é uma profissão como qualquer outra mas arrisco dizer que poucas outras têm tanta capacidade de surpreender quanto o exercício do jornalismo.

Comentários

Postagens mais visitadas